Importância de uma gestão de risco fiscal: Principais obrigações acessórias, suas pegadinhas e o risco através delas. - Notícias - AHEG - Associação dos Hospitais do Estado de Goiás

Notícias

Importância de uma gestão de risco fiscal: Principais obrigações acessórias, suas pegadinhas e o risco através delas.

Publicado em : 08/11/2023

 

Neste artigo, abordaremos a importância de uma gestão eficiente nesse contexto, destacando as principais obrigações e suas armadilhas.

 

Discutiremos também o risco envolvido na falta de informações precisas nessas declarações e as possíveis multas que podem ser geradas. É essencial tomar atenção aos detalhes muitas vezes negligenciados, como os valores de cartão de crédito não declarados e as diferenças de informações entre obrigações como a ECD (Escrituração Contábil Digital) e a ECF (Escrituração Contábil Fiscal).

 

As obrigações acessórias contábeis são um conjunto de informações que as empresas são obrigadas a fornecer aos órgãos fiscalizadores, como a Receita Federal. Algumas das principais obrigações incluem: Sped Fiscal, Sped Contribuições, EFD-Reinf e Dirf. Cada uma delas possui regras específicas e deve ser entregue no prazo estabelecido.

 

Apesar de saberem da necessidade de cumprir essas obrigações, muitas empresas cometem erros e sofrem com as consequências.

 

As obrigações acessórias contábeis podem conter armadilhas que passam despercebidas pelas empresas, resultando em informações errôneas e, consequentemente, em multas. Um exemplo comum é o não registro dos valores de cartão de crédito nas declarações. Muitas vezes, empresas deixam de informar esses valores, seja por falta de conhecimento das regras ou até mesmo por esquecimento, o que pode gerar penalidades severas.

 

É importante destacar que as informações contidas em diferentes obrigações acessórias, como a ECD e a ECF, devem ser consistentes entre si. Muitas empresas cometem erros ao apresentar informações discrepantes nessas declarações, como diferenças nos valores de balanço ou lançamentos contábeis, o que pode levantar suspeitas e resultar em autuações fiscais.

 

A falta de informações precisas nas obrigações acessórias contábeis pode levar a multas e penalidades significativas por parte dos órgãos fiscalizadores. As consequências incluem, por exemplo, a aplicação de multas por omissão de informações, lançamentos contábeis irregulares ou o não cumprimento dos prazos estabelecidos. Essas penalidades podem afetar negativamente a saúde financeira das empresas e prejudicar sua reputação no mercado.

 

Em conclusão, a gestão de risco fiscal e o cumprimento adequado das obrigações acessórias contábeis são de extrema importância para as empresas. É fundamental prestar atenção aos detalhes que muitas vezes passam despercebidos, como os valores de cartão de crédito não declarados e as diferenças entre obrigações como a ECD e a ECF. A não conformidade com essas obrigações pode resultar em multas onerosas e prejudicar a imagem e a saúde financeira das empresas. Portanto, é fundamental buscar o auxílio de profissionais especializados em contabilidade para garantir uma gestão eficiente e evitar riscos fiscais desnecessários.

 

A KBL é especializada em compliance tributário mitigando riscos e controlando o cumprimento de obrigações fiscais através de ferramentas de Inteligência Artificial.

 

Autoria: Ivan Carlos de Lima, Ceo KBL Accounting

Ivan Filho, Diretor Comercial KBL Accounting

Higienização e limpeza

 18/07/2024

Este é o tema da aula virtual da Consultoria em Serviço de Controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (SCIRAS) da AHEG, a ser realizada no dia 25 de julho

Dia da AHEG completa um ano

 12/07/2024

Lei estadual, proposta pelo deputado Paulo Cezar Martins e sancionada pelo governador Ronaldo Caiado, é comemorada todo dia 14 de julho. A ideia é homenagear a história de lutas e conquistas da classe hospitalar pela melhoria da qualidade de vida dos goianos.